ÁGUA PURA PARA BEBER

 

Os filtros de água por pressão e por gravidade hoje são objetos comuns em diversas residências, cada vez mais presentes até mesmo em escritórios. Essa realidade tem como base os resultados da Pnad – Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios 2005/2006, realizada pelo IBGE, que aponta crescimento da utilização desses filtros em diversos Estados. No Distrito Federal ocorreu o crescimento mais significativo, de 80,2% em 2005 para 83,1% em 2006, enquanto o Rio Grande do Norte ficou com o pior resultado, de 31,8% para 25,2%. Porém, de um modo geral, a pesquisa revela que após a ascensão que começou na década de 90, o número de filtros dentro das casas dos brasileiros estagnou-se na média dos 50%. Já o Norte do País é a região onde menos se utiliza o equipamento. Nos últimos anos, os filtros por pressão entraram de vez no comércio, em lojas de material de construção e até supermercados, onde o consumidor pode escolher entre diversas opções. A cada ano, aperfeiçoam-se os aparelhos para melhoria da água e aumentam os modelos disponíveis no mercado. Os filtros por gravidade também são procurados. Neste caso, utiliza-se a gravidade para filtrar – é o próprio peso da água que exerce pressão e faz o líquido passar através do elemento filtrante. A pressão máxima varia de acordo com a aplicação e material empregado. Já o filtro por pressão é instalado na rede hidráulica. A água passa por um refil, geralmente com diversas etapas de filtragem. Os filtros por pressão são classificados em aparelhos para ponto de entrada, para retenção do particulado em todo o sistema, ou ponto de uso, para retenção do particulado e redução dos níveis de cloro, odor, gosto e cor da água, especificamente no local da instalação.

Necessidade de água pura   O prazer em tomar uma água leve, sem odor e gosto, já é uma sensação muito boa. Porém, não há como assegurar 100% a qualidade da água que sai da estação de tratamento, como explica Alexandre Tambasco, Gerente de Marketing da Lorenzetti, empresa que vem trabalhando no segmento de filtros residenciais e purificadores. “A água que bebemos passa nas estações de tratamento através de diversos processos de limpeza. O problema é que ela percorre um longo caminho até à torneira de casa, podendo chegar com resíduos e ser contaminada durante o percurso”, comenta.

 

www.meiofiltrante.com.br